O que é ecoturismo? Saiba quais as melhores práticas e cuidados

Bonito por natureza, o Brasil conta com o maior potencial turístico em recursos naturais do mundo, sendo um dos principais destinos para quem curte visuais esplêndidos, cachoeiras, montanhas, mar, esportes radicais e o puro contato com a fauna e a flora. 

Fora isso, as viagens proporcionam vivências com pessoas altamente receptivas, gastronomia farta e experiências inesquecíveis. Diante de inúmeras possibilidades, quem não se perguntou em algum momento: o que é ecoturismo? Você conhece as melhores práticas e cuidados? 

Então, viaje neste post conosco e faça as malas para o seu próximo destino, com a certeza de que a adrenalina sempre será uma companheira fiel nos seus roteiros! 

Descubra o que é ecoturismo  

Como o próprio nome sugere, ecoturismo é um passeio em contato com a natureza, respeitando a cultura de cada lugar e seus habitantes, com abertura para experiências incríveis em vibes pra lá de energizantes. 

São viagens em que o turista busca o menor impacto na natureza, respeitando o equilíbrio do meio ambiente, ou seja, valorizando o patrimônio natural e cultural de uma região ou país. 

No caso do Brasil, trata-se de um setor que cresce a uma média de 15% ao ano, principalmente por conta do imenso potencial turístico, tanto em razão das belezas naturais quanto das possibilidades de unir no mesmo pacote natureza e esportes radicais, como o voo de parapente. 

Com visuais maravilhosos e aquela sensação de liberdade, a sustentabilidade também é valorizada. No caso do parapente, por exemplo, não ocorre impacto na natureza, tendo em vista que as velas contam apenas com o auxílio do vento para decolar, levando os praticantes a momentos de puro contato interior e de grande emoção.  

Aprenda como surgiu o ecoturismo

Surgido no final da década de 1970, o ecoturismo foi uma resposta às preocupações econômicas relacionadas com a degradação ambiental proporcionada pela industrialização e também pelo turismo em massa. No Brasil, o conceito começou a ser disseminado a partir de 1985 em razão de ações por parte do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). 

Atualmente, o também conhecido turismo de contemplação é a principal escolha para quem quer ambientes tranquilos, paisagens paradisíacas e prática de esportes radicais e de aventura, como trekking, parapente, mountain bike, arvorismo, mergulho, rapel, rafting, entre outros.   

Veja como definir o seu roteiro 

Antes de escolher um destino para realizar ecoturismo, a dica é planejar todos os detalhes da viagem. Primeiro, observe as características da região e se elas estão entrosadas com as suas pretensões.  

Por exemplo, se você almeja ir para uma serra, saiba antes quais serão as suas possibilidades de programas, que pontos turísticos poderão ser visitados e quais esportes estarão no rol do seu passeio. 

Nesse caso, um voo de parapente é uma ótima pedida, tendo como base o visual observado por um ângulo jamais visto, sem falar na adrenalina e em toda a emoção que o esporte proporciona. Com certeza, você vai vibrar com muitos uhuls!    

Na hora de definir o roteiro, pesquise também os valores da viagem, meios de hospedagem, credibilidade da empresa responsável pelos passeios, restaurantes disponíveis, guias. Quanto mais detalhista você for, menores serão as chances de imprevistos.

Outra dica importantíssima é verificar o número de dias disponíveis para a sua viagem e se o período será propício para determinados passeios. Por isso, traçar um roteiro prévio é tão válido como fazer o planejamento financeiro. 

Ao estabelecer as prioridades, você vai evitar perdas de tempo, podendo explorar todos os locais que sempre estiveram em seu sonho de viagem. 

Saiba o que levar na bagagem 

Após aprender o que é ecoturismo, você não pode deixar de praticar um aspecto fundamental na vivência dos mochileiros: menos é mais. Diante disso, tenha muita cautela na hora de arrumar a bagagem. Afinal, a simplicidade deve sempre estar aí.  

A primeira orientação é escolher mochilas confortáveis, principalmente as indicadas para trilhas. Nelas, opte por roupas confortáveis e leves.  

Observe as condições climáticas do lugar escolhido e tenha sempre um casaco corta-vento para ocasiões de queda na temperatura. 

Opte por tênis ou botas exclusivas para trilhas. Lembre-se sempre de que a prática do ecoturismo exige caminhadas e deslocamentos em carros 4X4 ou até mesmo barcos. 

Tops, calças leggings, manguito, óculos de sol, protetor solar, repelente, boné e luva, além que outros acessórios esportivos que não podem ficar de fora. 

Vale a pena levar água em cantis ou garrafinhas e também lanches rápidos para serem utilizados nas trilhas, como barras de cereais ou frutas. 

Escolha os melhores horários 

Independentemente de qual seja o seu passeio, a escolha do horário é fundamental para garantir o sucesso e a segurança de todos. 

Prefira sempre os momentos que estejam sob luz solar, auxiliando na localização. Guias podem ser muito úteis para você não se perder. Para isso, busque agências credenciadas e com profissionais capacitados. 

Aliás, sempre é recomendado observar a previsão do tempo antes de sair de casa. A dica vale tanto para os passeios quanto para a prática de esportes radicais, tendo em vista que a chuva pode cancelar qualquer experiência, como um voo de parapente.     

Priorize os equipamentos de segurança 

A prática do ecoturismo exige esforço, consciência e muita concentração. Por isso, utilize sempre os equipamentos de segurança nas atividades escolhidas. 

Caso você opte por um voo de paraglider, analise se a empresa oferece capacete, rádio de comunicação, seguro, aula de instrução antes da decolagem. Sempre é importante ficar de olho no seu bem-estar. 

Outro ponto essencial é observar se os instrutores são credenciados. Afinal, quem se preocupa com a segurança vivencia momentos muito mais prazerosos e inesquecíveis.   

Explore com consciência os ambientes     

Sabendo que quem faz ecoturismo ou turismo de aventura está nitidamente sintonizado com a natureza, nada melhor do que sempre respeitar a flora e a fauna do local. 

Evite fazer barulhos que possam assustar os animais. Não dê alimentos e observe-os a distância. Guarde o seu lixo na mochila e depois jogue-o em um lugar apropriado. Não tire mudas ou flores dos seus habitats. Se for levar algo, que sejam apenas fotos ou imagens de vídeo.   

Ao respeitar todas as peculiaridades dos destinos escolhidos, seja mar ou montanha, você certamente saberá soletrar com todas as letras o que é ecoturismo, trazendo na bagagem a concretização de sonhos e experiências inesquecíveis. E, claro, muitas histórias bacanas para contar! 

Ficou interessado em viver uma emoção recheada de muita adrenalina? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais e convide amigos e familiares para uma viagem dos sonhos! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *